Gosto de porra não é tão ruim assim!

Olá amigos, encontramos um relato interessante na internet, quem sabe possa ajudar de alguma forma a esposas e seus maridinhos curiosos pelo exótico sabor do néctar masculino. Espero que gostem...


Meu nome é Valdinei, tenho 32 anos e sou casado há 6 anos. Estou escrevendo para relatar uma experiência que talvez possa ajudar outras pessoas.

Bom, a maioria das mulheres não gostam de levar gozada na cara. Muito menos de beber porra. Porém, isso é uma coisa que deixa os homens muito excitados, pena que é difícil achar uma mulher que goste disso.

Com a minha esposa não é diferente. Ela odeia e não aceita de jeito nenhum. Disse que porra é uma coisa nojenta e que tem gosto ruim.
Uma vez, quando ela estava me chupando eu não avisei que tava pra gozar e deixei ela continuar até o fim. Esporreei dentro da boca dela e na mesma hora ela saiu fora e começou a me bater enquanto eu gargalhava e gozava tudo no chão do quarto. Hehehe!
Ela ficou de mal comigo por mais de uma semana por isso.


Eu já havia tentado de tudo pra convencê-la a aceitar essa minha tara. Cheguei a pesquisar na internet; descobri que sêmen contém substâncias benéficas como potássio, magnésio, zinco e vitaminas B12/E/C.
Mostrei isso pra ela e ela disse “grandes merda! O problema da porra é o gosto!

Chateado e de saco cheio de tanto ouvir isso, eu resolvi então comprovar eu mesmo. Será que é tão ruim assim?

Sábado agora, quando ela estava fora, eu bati uma punheta, gozei na mão e experimentei minha porra.
Enchi a boca. A meleca é grossa e meio azedinha, o gosto parece cloro, mas não é tão ruim como eu pensava. Só que é grudenta, eu fui tentar engolir e a porra ficou grudada na minha goela. Dava pra sentir que ainda tava ali. E eu engolia, engolia e nada. Tive que beber água pra ajudar a descer. É engraçado, depois fica um gosto estranho na boca da gente. Hehehe



Então pessoal, agora que eu tenho argumentos mais concretos de que porra não é tão ruim assim, acho que dessa vez vou conseguir convencer a minha esposa. E espero que as mulheres que lerem isso percebam que é frescura não querer pelo menos experimentar.

Juro, não é ruim não. Eu recomendo.
Até vou tomar mais vezes. 

Ah, e antes que me encham o saco, eu acho que isso não tem nada de gay. Afinal, a porra é minha, saiu do meu pau, não vejo nada de errado com isso. Se você acha, uma pena... Deveria se soltar e aproveitar melhor a vida.
Obrigado pelo espaço. Espero ter sanado a dúvida de algumas mulheres e seus maridos. Abraços

5 comentários:

  1. as vezes bato punhenta e gozo na minha boca e nos peitos é uma delicia, mais delicia ainda é gozar com o dedinho no cu, fico loko

    ResponderExcluir
  2. Porra é muito gostoso não pelo gosto em sí,mas pela exitação de beber ela seja na fonte ou escorrendo na nossa esposa!

    ResponderExcluir
  3. >>> Eu sou de Brasília-DF sou comedor de esposinhas. Adoro comer as esposinhas de meus amigos na frente deles. Adoro gozar dentro da boca das casadas e mandar o corno limpar tudinho. Tenho 34 anos, qualquer casal que curta entre em contato comigo. ricardaodf@hotmail.com ou (61) 9100-8848.

    >>> O melhor horário para falar comigo é de Seg. a Sex. das 08hs as 18hs, pois nesse horário estou no trabalho e minha esposa não sabe que meto em bucetas casadas.

    ResponderExcluir
  4. Parceria aceita... Seu banner já esta em nosso blog

    ResponderExcluir
  5. A melhor forma de mostrar para uma mulher que no sexo oral não tem essa coisa de nojo de porra, é fazer a seguinte proposta para ela: Depois que vc gozar na boquinha dela, ela te beijar e passar tudo prá sua boca e vc engolir toda a sua própria porra. Várias namoradas que tive, convenci elas com esse argumento.

    ResponderExcluir